Como funciona o Minha Casa Minha Vida?

De acordo com a faixa de renda do contribuinte, o programa Minha Casa Minha Vida funciona por meio de regras gerais e específicas. De acordo com as regras gerais, as parcelas do financiamento não podem ser maiores que uma quantia referente a 30% da renda bruta mensal da família. Contudo, a soma da renda bruta familiar necessita ser abaixo de R$ 9 mil, e o valor do respectivo imóvel não pode ser mais alto que o teto estabelecido de acordo com cada região do país. Saiba abaixo como funciona o Minha Casa Minha Vida.

Como Funciona o Minha Casa Minha Vida?

Através do Minha Casa Minha Vida é possível adquirir um imóvel de habitação urbana ou rural e o financiamento é de acordo com a sua faixa de renda. Veja abaixo quem tem direito ao benefício e como funciona as faixas de renda do Minha Casa Minha Vida.

O programa é destinado para famílias com renda bruta de até R$ 7.000,00 mensais. Nesse link você pode acessar o simulador do Minha Casa Minha Vida e ter uma base dos valores de financiamento.

Quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida?

Para se ter direito ao Programa Minha Casa Minha Vida, existem 4 faixas de renda em que o contribuinte pode se enquadrar. São elas:

Como funciona o Minha Casa Minha Vida

Faixa 1 – Famílias com renda de até R$ 1.800,00:

Para essa faixa são oferecidas várias vantagens. As mensalidades podem variar de R$ 80 a R$ 270 de acordo com a renda familiar, um financiamento de até 120 meses, e o imóvel será a própria garantia para o financiamento.

Faixa 1,5 – Famílias com renda de até R$ 2.600,00:

Para essa faixa, poderá ser adquirido um imóvel financiado pela Caixa com taxas de 5% de juros ao ano. Nessa faixa o contribuinte terá até 30 anos para realizar o pagamento dos subsídios de até 47,5 mil reais.

Faixa 2 – Famílias com renda de até R$ 4.000,00:

Nessa faixa do Programa Minha Casa Minha Vida, a família com renda de até R$ 4.000 poderá ter subsídios de até R$ 29.000,00.

Faixa 3 – Famílias com renda de até R$ 7.000,00;

Nessa faixa do PMCMV são oferecidos taxas e juros mais em conta em relação as taxas do mercado.

Como realizar a Inscrição no Minha Casa Minha Vida

Passo 1 – Para a realização do cadastro Minha Casa Minha Vida é necessário que a pessoa faça parte de alguns requisitos:

  • Não Ter Casa Própria Ou Outro Financiamento De Imóvel No Seu Nome;
  • Não Ter Sido Beneficiado Com Outro Programa De Habitação Social Do Governo;
  • Não Utilizar O Espaço Para Fins Comerciais;
  • Não Fazer Parte Do Cadastro Nacional De Mutuários (CADMUT) Ou Do Cadastro Informativo De Créditos Não Quitados Do Setor Público Federal (CADIN);

Passo 2- Estar na faixa 1:

Quem possui renda familiar maior que R$ 1800, não pode realizar o cadastro, mas pode participar do programa

Passo 3- Separar os documentos necessários:

  • Documentos de identificação (RG e CPF);
  • Comprovante de Residência Atual;
  • Comprovação De Renda Feita (Holerite/Contracheque);
  • Comprovação De Estado Civil (Certidão de Nascimento para solteiros, Certidão de Casamentos para quem for casado, e documento de separação para quem for divorciado.

Passo 4/5- Ir até a prefeitura/ Aguardar o resultado:

A partir do momento que estiver de acordo com todos os requisitos, então poderá ir até a prefeitura para realizar o cadastro. Após essa etapa basta apenas esperar o resultado do sorteio para definir o contemplado pelo programa.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. novembro 27, 2020

    […] Como funciona o Minha Casa Minha Vida […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *